Um laboratório de segurança digital registrou um ataque cibernético que pode trazer grandes prejuízos a quase toda a população brasileira, onde cerca de 200 milhões de pessoas podem ter suas informações roubadas através de um vazamento de dados como CPF, nome completo e data de nascimento.

Além disso, o laboratório informou que os criminosos tiveram acesso a informações de autoridades, veículos, empresas e até mesmo dados sigilosos do governo brasileiro.

Segundo Emilio Simoni, diretor do laboratório dfndr, o caso é comum quando se tem dados de uma pessoa física, onde isso pode obter informações de empresas que possuem registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ).

Em meio a pandemia da covid-19, muitos brasileiros optam por serviços digitais, porém todo o cuidado é pouco para que seus dados não caiam em mãos erradas.